Política de Privacidade

A presente Política de Privacidade descreve os meios e as finalidades para os quais o portal Smart Defence recolhe, mantém e utiliza informações relativas aos titulares de dados e às entidades que visitam e se registam nesta plataforma.

Os dados pessoais recolhidos neste portal são processados de acordo com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) e demais legislação aplicável à proteção de dados pessoais, como a Lei nº 58/2019 de 8 de agosto.

AO UTILIZAR ESTE PORTAL, AUTORIZA A RECOLHA E USO DE INFORMAÇÕES COMO DEFINIDO NESTA POLÍTICA DE PRIVACIDADE. RECONHECE IGUALMENTE QUE O PORTAL SMART DEFENCE PODE PERIODICAMENTE MODIFICAR, ADICIONAR, REMOVER OU ATUALIZAR ESTA PRESENTE POLÍTICA DE PRIVACIDADE.

No entanto, os seus dados pessoais serão sempre tratados em conformidade com a Política de Privacidade que estava em vigor no momento da sua recolha. É nossa intenção publicar nesta página as alterações à nossa política de privacidade para que esteja sempre informado(a) sobre a informação que recolhemos, como podemos usá-la e em que circunstâncias pode ser divulgada.

A idD compromete-se a proteger os seus dados e a sua privacidade.



1. Quem é o responsável pelo tratamento dos seus dados?



A idD Portugal Defence S.A, localizada na Av. Ilha da Madeira, nº35 K – 2ºB | Restelo Business Center, é a entidade responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos no portal Smart Defence,

A plataforma Smart Defence foi desenvolvida em conjunto com a EY Portugal. A empresa, localizada na Avenida da República, nº90 – 3º, 1649-024 Lisboa, ficará a acompanhar a evolução da plataforma durante dois anos após o go-live. Durante esse período, a EY Portugal poderá ter acesso aos dados disponibilizados na plataforma. A EY compromete-se a proteger os seus dados e a sua privacidade.

2. Que dados pessoais tratamos?



Os dados pessoais que tratamos são provenientes das informações que nos facultar através do preenchimento dos formulários que encontra na plataforma Smart Defence ou através do meio utilizado para solicitar a sua integração nos nossos processos de registo. Concretamente, trataremos os seguintes dados:

  • Dados identificativos: nome, apelido, e-mail e contacto telefónico;
  • Dados relativos à entidade registada, fornecidos na gestão do processo de registo;
  • Existe uma situação extraordinária em que é solicitada uma cópia do cartão do cidadão para as entidades registadas na BTID ou que se pretendam registar na BTID. A submissão da cópia do cartão do cidadão é opcional e pode ser evitada em ambos os casos se o(a) utilizador(a) proceder à autenticação através da Chave Móvel Digital.

3. Quais são as finalidades do tratamento dos seus dados?


  • Cruzamento e análise de dados para fins de matchmaking entre as competências selecionadas para a sua entidade e as oportunidades existentes na plataforma;
  • Gerir o envio de comunicações relativas a ações ou eventos relacionados com o portal Smart Defence.

4. Qual é a legitimidade para o tratamento dos seus dados?



A idD apenas trata os dados acima referidos se recolhido o consentimento livre, explícito, informado e inequívoco do titular dos dados.

Deverá entrar em contacto com a idD caso pretenda a anonimização e/ou destruição dos mesmos.

5. Por quanto tempo conservamos os seus dados?



Os dados recolhidos serão conservados durante o período estritamente necessário para as finalidades para as quais foram recolhidos:

  • Para efeitos de apresentação das melhores oportunidades à entidade;
  • Relativamente ao envio de comunicações, os dados serão tratados pela duração da relação entre as partes, ou seja, até que o interessado solicite a supressão dos dados.

6. Quais são os seus direitos e como pode exercê-los?



Os titulares dos dados têm direito, em qualquer altura, a retirar o consentimento, sem comprometer a licitude do tratamento efetuado com base no consentimento previamente dado, a solicitar o acesso aos dados pessoais que lhes digam respeito, bem como à sua retificação ou ao seu apagamento, e à limitação do tratamento, assim como requerer a portabilidade dos dados, quando legal e contratualmente admitido.

Para efeitos do exercício dos seus direitos, os titulares dos dados devem remeter mensagem de correio eletrónico dirigido a (EMAIL para o endereço indicado abaixo.) Os titulares dos dados têm, ainda, o direito de apresentar reclamações junto da autoridade de controlo competente para o efeito - que, em Portugal, é a Comissão Nacional de Proteção de Dados (abreviadamente, CNPD) - relativamente a matérias relacionadas com o tratamento dos seus dados pessoais. Para mais informações, aceda a www.cnpd.pt

Para exercer os seus direitos deverá dirigir-se por escrito ao Encarregado de Proteção de Dados da idD Portugal Defence S.A.

A comunicação deverá ser acompanhada pela fotocópia de um documento de identificação e deverá ser efetuada, através dos seguintes canais: